| H o m e | M i n i s t é r i o | P a s t o r | C u l t o s | P e d i d o . de . o r a ç ã o | C o n t a t o s
João 14:6 | Jesus disse: "Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida." Envie um e-mail para o Pastor Sérgio Adicione esta página no seu Favoritos

Menu

Clique e leia mais de 200 estudos bíblicos








QUEM CRIOU O MAL? ISAIAS 45:  4 - 7

INTRODUÇÂO: Quem criou o mal? Na verdade é difícil acreditar que Deus tenha criado o mal, pois entendemos que Deus é bom, e tudo o que Ele faz é bom. Mas se a Palavra do próprio Deus, diz que Ele é o único criador, com certeza o mal foi criado por Deus, na verdade Deus só criou o mal, pois o bem faz parte da essência de Deus, faz parte da natureza de Deus, Deus é o próprio bem e só faz o bem para aqueles que chegam até Ele. Portanto qualquer que faz o bem não está longe de Deus. Lc. 25: 7; Mc. 12: 28 – 34.

Mas porque Deus teria criado o mal, qual a finalidade de Deus em criar o mal? Talvez se o mal não existisse, o bem não seria identificado, o Bem não seria notado, nós não iríamos desfrutar do amor de Deus, do perdão, do nome de Jesus, do sangue de Jesus, da vitória de Jesus na cruz do calvário, da salvação. I Co. 1: 18 – 24; Cl. 2: 8: 15; Jô. 3: 14 – 17.

Talvez se o mal não existisse, nós não teríamos o direito de escolha, livre arbítrio, pertenceríamos a um deus ditador, que nos teria feito para satisfazer o seu ego, um Deus que não  nos daria o direito de escolha. Graças a Deus, porque Ele nos dá o direito de escolha e de como servi-lo. II Cr. 28 – 9; Pv. 23: 26.

 Como compreender a criação do mal? Primeiro temos que entender, que antes de existir os céus, e o céu dos céus, os anjos e os homens, Deus, Jesus e o Espírito Santo já existiam. Gn. 1: 1; Cl. 1: 15 – 17; Gn. 1: 26; Jô. 1: 1- 3.

Para entendermos a criação do mal, primeiro temos que entender que Deus antes de criar os céus e o céu dos céus, os anjos, e o homem, as coisas boas e as coisas más já fazia parte do plano de Deus. Is. 43: 13; Jô 42: 2; Rm. 11: 33 – 36.   

Para Deus criar as coisas boas e as coisas más, Deus precisaria criar antes o livre arbítrio, para que os anjos e os homens tivessem o direito de escolher as coisas boas ou as coisas más, enfim o bem ou o mal. Mt. 7: 13 e 14; Dt. 11: 26; Dt. 30: 19; Jr. 8: 3.

O livre arbítrio é um direito de escolher que Deus deu aos anjos e aos homens. Jesus como homem também teve o direito ao livre arbítrio. Jesus poderia ter escolhido as coisas más, mas por amor a nós e não por amor a si próprio Ele optou pelas coisas boas. Lc. 4: 1 – 13, Fl. 2: 4 – 11.

Agora vemos outro homem que também teve a oportunidade de escolher as coisas boas e com isto salvar toda humanidade, mas ele escolheu as coisas más e condenou a morte toda a humanidade. Gn. 2; 4 – 17; Gn. 3: 1 – 6; Rm. 5: 12 – 19.

Como compreender este mistério, quando Deus fez os anjos Deus deu vida a eles, pois os anjos mesmo sendo espírito. Hb. 1; 13 e 14, eles tem vida, junto com a vida Deus colocou o livre arbítrio, Deus colocou diante deles o bem e o mal. Gn. 2: 9. Os acontecimentos de Adão e Eva no Éden é uma simbologia do acontecimento no Céu com os anjos, da mesma forma que Adão e Eva optaram por escolher a desobediência, ou seja, (O mal). Gn. 2: 9 – 17.. Os anjos, Lúcifer e mais uma terça parte dos anjos, da mesma forma optaram por escolher o mal, e como conseqüência se tornaram Satanás e seus demônios, e foram condenados a viverem na escuridão, tendo como destino certo o inferno. Is. 14; 12 – 17; Ez. 28: 13 – 17; Lc. 10: 17 – 20; Ap. 12: 1 – 4.

A incredulidade de alguns estudiosos da Palavra tem feito eles a acreditar e a ensinar que Deus não criou o Mal, isto e crer que além de Deus existe outro criador. Pensar desta forma é heresia. Is. 45: 6 e 7; Lamentações 3: 37 e 38 e Rm. 11: 33 – 36.           

O livre arbítrio nos impede de transferir responsabilidade, ou culpar a Deus, ou outras pessoas, a decisão é única e exclusivamente pessoal. Gn. 2; 15 – 17; Gn. 3: 11 – 13. Vemos aqui que Adão culpou Eva, Eva culpou a serpente, Eva e Adão desobedeceram a Deus, porque quiseram, foram responsáveis por escolherem o mal, a escolha foi unicamente deles.

O segredo deste mistério está no livre arbítrio. O livre arbítrio está dentro dos anjos, e dentro dos homens, é uma regra que Deus deu aos anjos, e aos homens, e Deus não quebra! Pois, Deus não quebra as regras que Ele mesmo cria. Quem decide se quer o caminho do bem, ou o caminho do mal, somos nós e também os anjos. O livre arbítrio é o Poder de decidir, este é um direito dos anjos e dos homens, e Deus não interfere nesta decisão, esta é uma decisão pessoal.

Apesar de Deus ter criado o mal, é da vontade de Deus que os anjos e os homens não encolhessem o caminho do mal, mas sim o caminho do bem, mas Lúcifer e uma terça parte dos anjos escolheram o caminho do mal. Assim como grande parte da população mundial. Mas Deus insiste através do Evangelho que todos os homens peguem o caminho do bem. Mt. 12: 35; Tg. 4: 17; III Jô. 11; I Tm. 2: 3 e 4.

Chego à conclusão no final deste estudo, que se Deus não tivesse criado o mal e o livre arbítrio, Deus não seria bom e nem justo.
Pr. Ev. Sérgio Lopes

    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
dizimo


BUSQUE NO SITE:




 
DEIXE SEU RECADO:

 


PARTICIPE DA NOSSA COMUNIDADE NO ORKUT:

Participe de nossa comunidade no Orkut.

 

Amazing Counters

Já visitaram
     

Dizimo e oferta é biblico?